page loader

A implantação do QR Code nas embalagens de produtosVocê já ouviu falar nas vantagens de usar QR Code nas embalagens dos produtos? Essa tecnologia se popularizou em diversos setores do varejo, armazenagem, logística e, atualmente, nos aplicativos para celular. No post de hoje, você vai saber por que usar esse código nas embalagens facilita o acesso a informações e dados dos produtos. Preparado? Então, vamos lá!

O QUE É QR CODE

É um tipo de código de barras bidimensional capaz de interagir com o usuário, pois pode ser escaneado com a câmera do celular ou tablet, dando acesso a uma série de informações como textos, vídeos, opções para download, brindes ou o que a empresa desejar oferecer ao seu público.
O código QR (ou QR Code) é um sistema padrão Quick Response (do inglês “resposta rápida”). Foi desenvolvido em 1994 e o seu objetivo inicial era catalogar as peças dos automóveis na linha de produção. Em 2003, essa linguagem passou a ser usada em smartphones, uma vez que as câmeras são muito eficientes na leitura e interpretação dos códigos.

COMO FUNCIONA O QR CODE

Para ter acesso ao conteúdo de um QR Code é muito simples: o usuário aciona a câmera do celular e aponta o aparelho para o código. Com ajuda de um aplicativo apropriado para leitura de códigos, a imagem automaticamente se converte em informação.

QUAIS AS DIFEREÇAS DO QR CODE PARA O CÓDIGO DE BARRAS TRADICIONAL

A diferença mais visível é a aparência. O código de barras tradicional é composto por uma série de listras verticais escuras e claras. Essas barras são acompanhadas de números. A leitura só pode ser feita por meio de um scanner apropriado, que transfere a informação para um computador.
Já o QR Code é uma imagem com pequenos desenhos geométricos e pontilhados disposta em um quadrado com fundo branco. Possui uma alta capacidade de armazenar dados e, por esse motivo, é um grande aliado para melhorar o relacionamento com o público e aumentar o engajamento com a marca.
Um fato interessante é que, mesmo se a imagem do QR Code estiver rasgada ou parcialmente danificada, isso não prejudica a interpretação das informações. Isso acontece por conta do sistema de correção de erro, que possui quatro níveis de correção: Baixo (7%), Médio (15%), Qualidade (25%) e Alto (30%). Quando o nível é mais alto, a tecnologia permite a criação de códigos artísticos, como o desenho de um logotipo, desenho ou qualquer outro tipo de imagem.

COMO O QR CODE PODE SER UTILIZADO NA ESTRATÉGIA DE MARKETING

Recentemente, a Nestlé anunciou que pretende usar rótulos com QR Code em todo o seu portfólio de produtos para ajudar o consumidor a saber mais sobre o que vai comprar.
O primeiro a ganhar o novo código foi o famoso chocolate Kit Kat. Quando o usuário faz a leitura da imagem que vem estampada na embalagem, é direcionado a uma página na internet. Lá, ele encontra informações sobre as características do alimento, valores nutricionais e a história de como ele foi fabricado.
Percebeu como essa tecnologia é capaz de proporcionar uma experiência diferente para o consumidor? Imagine que, com tantos produtos similares, dentro de um mercado saturado de concorrentes, o cliente deseja ter mais segurança na hora de comprar.
Nesse sentido, o código na embalagem ajuda a saciar a sede de informação do usuário com uma eficiência muito maior do que muitos vendedores, que nem sempre estão disponíveis ou sabem responder a todas as dúvidas do consumidor.
Além de oferecer informações relevantes sobre o produto, é possível desenvolver campanhas de marketing criativas, fazer promoções, oferecer jogos interativos ou outro tipo de entretenimento.
O QR Code ajuda ainda na execução do inventário da empresa e na gestão do controle de estoque, assim como o código de barras.

COMO USAR O QR CODE DE FORMA ESTRATÉGICA

DEFINA OS OBJETIVOS DA AÇÃO

Você já conhece as vantagens de usar QR Code na embalagem dos produtos, mas não é por isso que vai investir sem antes fazer um planejamento e listar os objetivos da sua estratégia de marketing, não é mesmo?
Reúna a sua equipe e pense de que maneira a sua empresa pretende interagir com o consumidor. O código apontará para uma página no site? Que tipo de conteúdo você pretende oferecer? Formato texto ou vídeo? Descontos exclusivos ou algum tipo de premiação ou bônus? Definir os objetivos é o primeiro passo para o sucesso.

ESTIMULE SEU PÚBLICO A INTERAGIR

É importante estimular o consumidor a interagir com o código. Você pode imprimir uma frase de ação junto da imagem, de acordo com o que foi definido como objetivo. Por exemplo: “Escaneie este código para mais informações”, “Escaneie este código para ganhar um desconto exclusivo”. Assim, a finalidade do código permanecerá visível e o usuário será incentivado a concluir a ação. Lembre-se de que é fundamental mostrar exatamente o que foi prometido. Caso contrário, o cliente se sentirá frustrado.

USE A CRIATIVIDADE E SEJA OBJETIVO

Sempre que for possível, adicione cores ou novos formatos para os seus códigos, para que eles se aproximem da identidade da marca. Faça com que a página de acesso após o escaneamento seja agradável, bonita e fácil de navegar. Evite publicar informações desnecessárias: seja objetivo.
Agindo assim, o seu público vai gostar da novidade e sempre que o seu produto estiver acompanhado de um QR Code, ele será tentado a escanear para conferir o que a sua empresa criou para surpreendê-lo.

ACOMPANHE OS RESULTADOS DA SUA ESTRATÉGIA

Para saber se a sua estratégia está dando certo, o ideal é acompanhar o número de escaneamentos realizados por meio do QR Code impresso na embalagem. Caso esse número seja baixo, é interessante avaliar o motivo. Pode ser que o conteúdo não seja atrativo, ou então a publicidade foi insuficiente.
Independentemente da razão, o importante é ficar atento a essas respostas e trabalhar para aperfeiçoar as ações sempre que for necessário e em tempo hábil de reverter o cenário. O sucesso é algo que precisa ser conquistado e, por isso, as mudanças são parte desse processo.
O uso do QR Code vai aproximar a sua empresa do público-alvo, aumentar o engajamento com a marca e, consequentemente, as vendas. Pense nisso!
FONTE: GS1